O REPLICADOR

Julho 03 2011

Quando soube da nova medida liberalizante de PPC tive dificuldades em manter o equilíbrio de tanto rir. 50% do subsídio de natal!? E porquê do natal? Porque não de Agosto, ou de Fevereiro como AA tão habilmente expôs no insurgente?

 

Não, é do Natal porque é um dever dos portugueses, já escravizados 6 meses do ano para pagar as mordomias do negreiro Estado, o de reduzir o consumismo, abster-se dos excessos natalícios e aprender a ser modesto para que sejam poupados os tachos de não sei quantos boys. E os boys não sabem valer-se no mundo real, são uma espécie frágil, como os pandas mas sem o pelinho fofo.

 

E qual é o problema? Para onde me viro oiço um português a defender "isto público" e "aquilo público"! Sejamos honestos, estavamos fartos de Sócrates mas no fundo queremos um Portugal intrisecamente socialista e não vemos nada de errado com isso. Privatização é manobra de burguês para afastar os lucros do proletário!

 

Com efeito, segundo as minhas contas rápidas, a primeira medida de peso e verdadeiramente liberal foi reduzir o salário anual dos portugueses em 3,57%. Alguns socialistas estarão a pensar no factor social importante desta medida que pretende equilibrar as contas públicas. Permitam-me que relembre a crise actual que é as contas privadas. Existem muitos casos actualmente em que as famílias usam os "bónus de natal" para equilibrar o seu orçamento e fazer aquelas operações de manutenção familiares, como por exemplo:

 

*Comprar o frigorífico novo porque o antigo virou socialista e reparte o seu frio com o resto da casa;

*Ir ao médico, médico privado, porque já foram 4 vezes ao hospital e voltaram sempre com ben-u-ron;

*Fazer o check-up dentário porque o Ministério da Saúde avisou para fazer (felizmente o SNS é tão atrofiado nesse ponto que o mal capitalista já criou clínicas com check-ups gratuitos);

*Pagar o que devem.

 

O PPC com esta medida efectivamente esquece-se que não é só o estado que tem que pagar as suas dívidas, o povo individualmente também contrai empréstimos e graças ao tempo das vacas gordas foi parvo e pediu mais do que tinha capacidade de pagar. Assim ele vai conseguir gerar mais "instabilidade social" mas não temam!, é para isso que o Welfare foi criado, para suportar os males que o dono Estado gerou!

 

Enquanto isso espero ansiosamente por verdadeiros cortes na despesa.

 

 

 

 

Aproveitem e vejam este sketch muito bem conseguido da série "Estado de Graça", a partir dos 7m20s:

http://www.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=27419&e_id=1&c_id=1&dif=tv&hora=21:00&dia=01-04-2011

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por João Rodrigo às 12:39

Política, Filosofia, Ciência e Observações Descategorizadas
Facebook
pesquisar
 
RSS
eXTReMe Tracker