O REPLICADOR

Novembro 18 2009

Duas bolas de Berlim - Por João Duque



Sim, o mundo mudou. Um ano após o subprime ter estoirado, empresas financeiras americanas apoiadas em imobiliárias americanas estavam a realizar contratos undoc: crédito não documentado. Significa que as respostas dadas pelos devedores quando preenchem candidaturas a empréstimos não têm de dar provas do que declaram, tal como a declaração de rendimentos que vai garantir o reembolso das dívidas que contraem.


É muito fácil dizer que se aprende com os erros mas é bastante mais simples repeti-los e esperar que o governo volte a abrir os cordões à bolsa para salvar as empresas. E por outro lado existe a pressão da concorrência, em busca de vantagem acabam todos por aceder à prática financeira de risco. E porque não?


Aconselho os leitores a verem o programa "plano inclinado" na sic notícias, com Medina Carreira, João Duque e Nuno Crato, sábado às 22:00 discutirão soluções para sair do "lamaçal" (palavras de Medina Carreira) em que o nosso país se afundou. Não conheço as suas sugestões mas decerto que serão melhores que o caminho das índias, morangos com açúcar, WWE, Jornal Nacional, etc.

Podem também ver os programas anteriores (em que se discutem bastante bem os problemas governamentais e financeiros de Portugal) em http://www.siconline.pt/online/noticias/programas/plano-inclinado/


Finalmente e em mais uma nota publicitária, se têm alguns trocos à mão doem à wikipedia. Esta revolucionou a pesquisa na internet e provavelmente cada um de vós usa este serviço gratuito pelo menos uma vez por semana. Os servidores e o staff (limitadíssimo) não são de graça no entanto e como tal temos o dever de mostrar o nosso agrado pelo trabalho que têm vindo a praticar e demonstrar que o governo não tem que vir buscar o dinheiro ao nosso bolso para realizar caridade.

publicado por João Rodrigo às 13:04

Política, Filosofia, Ciência e Observações Descategorizadas
Facebook
pesquisar
 
RSS
eXTReMe Tracker