O REPLICADOR

Novembro 17 2009

A ideia portuguesa de Estado de Direito é deveras curiosa. Há uma aversão à autoridade e à própria lei (que poucos respeitam), mas toda a gente se acha capacitado para receber benesses sociais. Por outra palavras, o Estado de Direito em Portugal não significa o Direito de ser igual perante a lei, significa o direito de pedir tudo ao Estado.

 

publicado por Filipe Faria às 19:51

Política, Filosofia, Ciência e Observações Descategorizadas
Facebook
pesquisar
 
RSS
eXTReMe Tracker