O REPLICADOR

Outubro 27 2009

Cavaco Silva tirou um doutoramento em York. Na sua especialização, elaborou uma tese sobre o Keynesianismo. Um dos mais altos representantes da chamada “direita” portuguesa é assumidamente um keynesiano social democrata, sou seja, é economicamente de centro esquerda. Quando mais portugueses tirarem doutoramentos sobre o monetarismo de Milton Friedman, ou sobre a “Austrian business cycle theory”,  talvez possamos ter alternativas de direita neste país. Para já, obrigam-nos a votar sempre no mesmo candidato: o do centro esquerda, que em todas as eleições tem pelo menos duas caras, a do PS e do PSD.

 


PS: O espírito está presente nesta frase de Alberto João Jardim: ""aqueles rapazes de Chicago (liberais) têm umas ideias engraçadas, mas quando chega a hora das eleições ainda o velho keynesianismo é que conta."

 

 

 

 

 

publicado por Filipe Faria às 22:34

Política, Filosofia, Ciência e Observações Descategorizadas
Facebook
pesquisar
 
RSS
eXTReMe Tracker