O REPLICADOR

Maio 10 2009

 O psicólogo evolutivo Steven Pinker apresenta no seu livro “The Blank Slate” uma teoria onde desfaz radicalmente a ideia que o ser humano nasce virgem como uma tábua rasa. Advoga que o homem nasce com capacidades predeterminadas geneticamente e predisposições para a aprendizagem de tudo o que é cultural. Em forma de introdução, ele diz que qualquer indivíduo têm a necessidade de desenvolver uma teoria da natureza humana: “Everyone has a theory of human nature. Everyone has to anticipate the behavior of others, and that means we all need theories about what makes people tick.” No seguimento deste pensamento, não consigo deixar de interrogar-me sobre a seguinte questão: qual é então a verdadeira essência do socialismo e da crença no “bom selvagem”? Será uma estratégia evolutiva instável que permite a indivíduos mais pragmáticos tirarem partido dessa ingenuidade, ou será antes uma máscara que pretende fazer baixar as armas da concorrência e esconder uma vontade de poder “nietzscheana”?

publicado por Alexandre Oliveira às 18:15

Política, Filosofia, Ciência e Observações Descategorizadas
Facebook
pesquisar
 
RSS
eXTReMe Tracker